, 19 de novembro de 2017
Últimas Notícias

Caso Michele: polícia instaura inquérito contra 7 diretores do Sindicato


13/04/2017
Bancários na Frente, edição 30

No dia 10 de março, a Polícia Civil instaurou um inquérito para investigar sete diretores do Sindicato dos Bancários de Bauru e Região, sendo eles: Alfredo Monchelato Junior, Edival Soares Martins, Marcos Antônio A. de Assis, Maria Aparecida Bueno de Camargo, Paulo Sérgio Martins, Ronaldo Parella e Walter Tavares Junior.

Denúncias

O delegado Carlos Creppe Junior entendeu que há indícios suficientes para investigar se esses diretores ?teriam elaborado uma ata de reunião de diretoria executiva do sindicato em data e horário que efetivamente não teria sido realizada com o fim de prejudicar direito, criar obrigação ou alterar a verdade sobre fato juridicamente relevante?.

De acordo com o despecho do delegado, ?também consta que o documento interno, ata de reunião, fora levado a registro público junto ao cartório pelos requeridos Ronaldo Parella, Paulo Sérgio Martins e Alfredo Monchelato, fato que, após indicação apócrifa em data anterior à apresentação para registro que chegou ao conhecimento do empregador da diretora do sindicato Michele Montilha Ancântara, provocou processo na esfera trabalhista visando sua demissão?.

Diante dessas denúncias, o delegado instaurou inquérito policial ?para verificar se os fatos em tese podem configurar o delito de falsidade ideológica previsto no artigo 299 do Código Penal?.

Perseguições

Se for constatado que esses diretores realmente forjaram uma ata falsa de reunião de Diretoria Executiva, utilizando-a para causar a suspensão do contrato de trabalho da diretora Michele Montilha, não será nenhuma surpresa.

Vale lembrar que diretores antigamente ligados ao MNOB perseguem até hoje a diretora Priscila Rodrigues. Na última eleição do Sindicato, eles foram à Justiça para impugnar sua candidatura. Perderam, mas recorreram da sentença. Com isso, a única coisa que conseguiram foi a demissão de Priscila.

Também é assunto sem precedentes nos meios sindicais a judicialização de discussões internas do Sindicato. Para espanto da categoria, derrotados que foram em assembleia, eles ?democraticamente? propuseram uma ação anulatória de assembleia geral junto à Terceira Vara do Trabalho de Bauru.

Qual o respeito que esses diretores demonstram pela categoria?


Diretora Michele durante passeata ocorrida na greve do ano passado



Sindicato dos Bancários e Financiários de Bauru e Região
Rua Marcondes Salgado, 4-44, Centro - CEP 17010-040 - Bauru/SP
Fone (14) 3102-7270 Fax (14) 3102-7272 - contato@seebbauru.com.br