Segunda-feira, 26 de junho de 2017
Itaú

Assembleia rejeita demissão de Sérgio Ribeiro e aprova jornal 'Bancários na Frente'

Trabalhadores também aprovaram normas para presença de pessoas estranhas ao Sindicato nas dependências da entidade

Bancários na Frente 22
06/12/2016


(Foto: Estela Pinheiro / Seeb Bauru)

No dia 26 de novembro foi publicado no Jornal da Cidade (p. 28) um edital convocando todos os bancários associados do Sindicato dos Bancários e Financiários de Bauru e Região para uma assembleia geral no dia 29. O edital foi assinado por onze diretores da entidade.  A convocação da assembleia pelos onze diretores baseou-se no artigo 19o, inciso III, do Estatuto do Sindicato: "As assembleias gerais podem ser convocadas (...) por um terço (1/3) dos membros que compõem o sistema diretivo do sindicato".

Em 29 de novembro, mesmo dia da assembleia, foi publicado no mesmo Jornal da Cidade (p. 27) um edital informando o cancelamento da assembleia convocada no dia 26. O cancelamento se baseou no mesmo artigo 19o, inciso III, do Estatuto do Sindicato.

No fim, a assembleia foi, de fato, realizada. "Mas o que aconteceu? Que rolo!"

Sim, foi literalmente um rolo -- um rolo compressor que a atual maioria da Diretoria do Sindicato tentou passar por sobre a minoria. (Hoje, curiosamente, a minoria é composta pelos diretores eleitos pela Chapa 1 "Bancários na Frente", cujo programa sagrou-se vitorioso na eleição para a direção do Sindicato, em votação que ocorreu em janeiro.)

A assembleia foi convocada para deliberar sobre a linha editorial dos meios de comunicação do Sindicato, sobre a presença de pessoas estranhas ao Sindicato nas dependências da entidade e, por fim, sobre critérios para deliberações estruturais do Sindicato.

Em resumo, os mais de 70 bancários presentes aprovaram a volta do jornal Bancários na Frente e a utilização dos meios de comunicação do Sindicato sob a  orientação da Chapa 1, que venceu a eleição. Também aprovaram a proibição de pessoas estranhas à categoria nas dependências do Sindicato e a proibição de mudanças estruturais na entidade, o que significa que qualquer mudança na estrutura do Sindicato (contratações ou demissões de funcionários, por exemplo) terá de ser aprovada em assembleia. Foi assim que a assembleia rejeitou a demissão do advogado Sérgio Ribeiro, promovida na manhã do dia 29 pelos diretores do MNOB/PSTU (Chapa 2) e pelos diretores que agora estão com o MNOB. Esses diretores, aliás, ajuizaram uma ação com pedido de liminar para tentar anular a assembleia. A liminar foi negada.

Com o jornal refletindo a linha política aprovada na eleição, a volta do principal advogado da entidade e sem  a presença de pessoas estranhas que tumultuavam o dia a dia do Sindicato, esperamos ter tranquilidade para tratar do que realmente importa: a luta dos bancários!

 

Sindicato dos Bancários e Financiários de Bauru e Região
Rua Marcondes Salgado, 4-44, Centro - CEP 17010-040 - Bauru/SP
Fone (14) 3102-7270 Fax (14) 3102-7272 - contato@seebbauru.com.br