Quinta-feira, 14 de dezembro de 2017
HSBC

Cade aprova venda do HSBC Brasil ao Bradesco


15/06/2016
Bancários na Frente, edição 9

No dia 8, o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou, com restrições, a compra do HSBC Brasil pelo Bradesco. Uma das restrições é que o Bradesco não adquira nenhuma outra instituição nos próximos 30 meses.

O Banco Central já havia autorizado o negócio em dezembro de 2015, e a Superintendência de Seguros Privados (Susep), em outubro do ano passado.

O Cade demorou mais para autorizar porque identificou a possibilidade de o negócio conferir ao Bradesco o chamado "poder de mercado" em 106 municípios, na abertura de contas e no crédito livre às empresas e famílias. Assim, determinou que, nessas 106 localidades, o Bradesco abra mão dos custos de portabilidade no crédito livre de pessoas físicas.

Com o aval do Cade, o Bradesco deve concluir a compra no mês que vem, quando de fato efetuar o pagamento. Em agosto do ano passado, quando o negócio foi anunciado, o Bradesco se comprometeu a pagar US$ 5,2 bilhões pelo HSBC Brasil. Agora, o valor deve sofrer um ajuste. A marca HSBC começa a ser substituída em meados de outubro.

Sindicato dos Bancários de Bauru e Região espera que não haja demissões em massa.


Sindicato dos Bancários e Financiários de Bauru e Região
Rua Marcondes Salgado, 4-44, Centro - CEP 17010-040 - Bauru/SP
Fone (14) 3102-7270 Fax (14) 3102-7272 - contato@seebbauru.com.br