Quarta-feira, 22 de novembro de 2017
Caixa Econômica Federal

CEF suspende Juary Chagas, membro do Sindicato do RN


25/10/2017
Bancários na Luta, edição 10

No último dia 20, Juary Chagas, empregado da Caixa Econômica Federal e conselheiro fiscal do Sindicato dos Bancários do Rio Grande do Norte/CSP-Conlutas, foi afastado do trabalho no banco pela segunda vez. Novamente, ele ficará sem receber seu salário.




O processo que o banco moveu para demitir o ativista arrasta-se na Justiça do Trabalho já há algum tempo.

Em abril deste ano, a Justiça já havia reconhecido a arbitrariedade da medida da Caixa e concedido liminar reintegrando Juary. Também já havia negado um mandado de segurança da Caixa que tentava derrubar a liminar.

Entretanto, agora em outubro o banco valeu-se de um recurso regimental e conseguiu suspender Juary enquanto o processo transitar na Justiça.

Sindicato dos Bancários de Bauru e Região repudia o processo movido pela Caixa, pois entende que se trata de perseguição política em virtude do envolvimento de Juary nas lutas dos trabalhadores, como ex-diretor e membro do Conselho Fiscal do Sindicato do RN e como integrante da Executiva da CSP-Conlutas em seu estado.

A perseguição teve início em 2011, quando o setor onde Juary trabalha foi reestruturado. Ele se recusou a ser transferido e, desde então, passou a sofrer com assédio, com o esvaziamento de suas atividades e com novas tentativas de transferência.

Sindicato dos Bancários de Bauru e Região reivindica da direção da Caixa o arquivamento imediato do pedido de demissão, que, inclusive, foi feito enquanto o trabalhador ainda goza de estabilidade sindical, o retorno do pagamento do salário e dos benefícios e o fim desse processo administrativo que tem a marca da premeditação e se soma a outros casos de perseguição política existentes no País.


Sindicato dos Bancários e Financiários de Bauru e Região
Rua Marcondes Salgado, 4-44, Centro - CEP 17010-040 - Bauru/SP
Fone (14) 3102-7270 Fax (14) 3102-7272 - contato@seebbauru.com.br