Sexta-feira, 23 de junho de 2017
Caixa Econômica Federal

Caixa deve anunciar em breve mais um plano de demissão voluntária


16/01/2017
Jornal Bancários na Frente, edição 25

Oficialmente, o anúncio ainda não foi feito, mas também não é nenhum segredo que a Caixa Econômica Federal já prepara o seu plano de demissão voluntária, sim, um famigerado PDV.


Novo PDV ? "A porta da rua é a serventia da Caixa"

Dois meses atrás, em 20 de novembro, o Banco do Brasil anunciou o seu Plano Extraordinário de Aposentadoria Incentivada (Peai), que, como o próprio nome indica, tinha como alvo apenas os funcionários já aposentados. Com isso, o banco conseguiu desligar mais de 9,4 mil trabalhadores.

Já o plano da Caixa, segundo a imprensa especializada, será oferecido a todo e qualquer empregado da instituição. A expectativa é desligar 10 mil empregados (mais de 10% do quadro total), para poder economizar aproximadamente R$ 1,5 bilhão por ano, a partir de 2018. Que mesquinharia!

Detalhes em discussão

De acordo com uma reportagem publicada no último dia 4 pelo jornal O Estado de S. Paulo, a Caixa "ainda negocia com a União, sua controladora, os detalhes do plano".

Mesmo assim, o jornal adiantou que, para tentar incentivar a adesão ao PDV, "a Caixa deve pagar 10 salários extras e garantir o plano de saúde por um tempo que ainda está em discussão, neste período, se o funcionário reunir condições de se aposentar, o plano de saúde fica pelo resto da vida".

O jornal também diz que Gilberto Occhi, presidente da Caixa, "colocou como principal desafio do banco em 2017 melhorar a eficiência, reduzindo despesas e aumentando a geração de receitas", o blá-blá-blá vazio de sempre, e que, para isso, o banco "monitora o desempenho de cem agências deficitárias".

Desde 2010, a Caixa abriu 1.329 agências, mas agora a direção do banco acha que "não se faz mais necessária toda essa estrutura, ainda mais com a mudança dos hábitos dos clientes, que cada vez mais optam pelos serviços pelo computador ou pelo smartphone".

A Caixa reconhece que "um empecilho para o fechamento das agências é o fato de as unidades serem usadas para o pagamento de benefícios sociais, como o Bolsa Família", mas, ainda assim, avalia que o pagamento dos benefícios poderia se restringir às casas lotéricas, atualmente, o banco tem 4,2 mil agências e pontos de atendimento e 25 mil correspondentes Caixa Aqui e Lotéricas.

Para o Sindicato dos Bancários de Bauru e Região, é um disparate achar que os correspondentes poderiam atender os milhões de brasileiros que todo mês fazem fila logo cedo em frente às agências para receber seus benefícios. Se nem as agências oferecem condições ideais de atendimento, imagine os correspondentes, que não têm espaço, nem segurança, nem ar-condicionado...

O fato é que não há como cortar mais empregados. A Caixa já promoveu um Plano de Apoio à Aposentadoria em 2015 e outro em 2016, com adesão de quase 3 mil trabalhadores no de 2015 e de 1.469 no do ano passado.

Não podemos assistir calados ao sucateamento do banco. Precisamos lutar!


Sindicato dos Bancários e Financiários de Bauru e Região
Rua Marcondes Salgado, 4-44, Centro - CEP 17010-040 - Bauru/SP
Fone (14) 3102-7270 Fax (14) 3102-7272 - contato@seebbauru.com.br