, 19 de novembro de 2017
Bradesco

Bradesco demite empregado com 33 anos de banco


30/03/2017
Bancários na Frente, edição 29

Na manhã do dia 22, diretores do Sindicato dos Bancários de Bauru e Região/CSP-Conlutas foram à agência do Bradesco localizada na rua 13 de Maio, em Bauru, para protestar contra a demissão de um trabalhador que tinha 33 anos de grupo Bradesco e que foi demitido injustamente. Ele era da Scopus Tecnologia, empresa do banco que foi reestruturada e teve uma fatia vendida em 2014. 



Diretores do Sindicato levaram para o ato o carro de som da entidade para denunciar mais uma demissão imotivada do Bradesco

A indignação dos colegas diante da demissão foi grande, pois faltavam apenas dois meses para o trabalhador adquirir direito à aposentadoria. Revoltante!
 
Demissões à tona

Como sabemos, mesmo comprando o HSBC e aumentando seu lucro, o Bradesco fechou mais de 5 mil postos de trabalho no ano passado.  Na mesma semana da demissão do trabalhador da Scopus, o banco demitiu uma trabalhadora aposentada da agência da praça Portugal.

Enquanto o banco coloca no olho da rua milhares de bancários, a situação nas agências se precariza ainda mais, com filas e desvio de função.
 
Bradesco caloteiro!

No dia do protesto contra a demissão do funcionário, a diretoria da entidade aproveitou o ato e denunciou à população a maléfica reforma da Previdência do governo Temer. É importante lembrar que o Bradesco é um dos 20 maiores caloteiros do Brasil, devendo R$ 465 milhões à Previdência. Vergonha!

Sindicato dos Bancários de Bauru e Região/CSP-Conlutas já se colocou à disposição do trabalhador demitido para ajuizar uma ação discutindo o direito ao piso bancário e discutindo a expectativa de direito, já que ele estava prestes a se aposentar.

Queremos Justiça! Chega de demissões!


Sindicato dos Bancários e Financiários de Bauru e Região
Rua Marcondes Salgado, 4-44, Centro - CEP 17010-040 - Bauru/SP
Fone (14) 3102-7270 Fax (14) 3102-7272 - contato@seebbauru.com.br