, 19 de novembro de 2017
Outros

Gerente do BB é vítima de sequestro em Taquarituba


Bancários na Frente 23
19/12/2016

Um gerente do Banco do Brasil de Taquarituba ficou mais de 12 horas sob o poder de sequestradores, junto com sua esposa, a filha de quatro meses e o sogro.

De acordo com Fabiano Rueda Amorim, delegado da Polícia Civil responsável pelo caso, o trabalhador contou  que foi rendido por quatro homens armados quando chegava em sua residência, por volta das 19h30 do último dia 1o, uma quinta-feira.

O gerente disse à polícia que os ladrões estavam com uma metralhadora. Contou que ele e sua família foram mantidos na casa mediante ameaças até as 5 horas da manhã, quando foram todos levados para um terreno na zona rural.

Três criminosos ficaram com a família no terreno e um deles foi com o trabalhador até a agência bancária, onde ele pegou do cofre cerca de R$ 390 mil e entregou ao grupo. Após o pagamento, o gerente e a família foram liberados, por volta das 8h30 de sexta-feira.

Para o Sindicato dos Bancários de Bauru e Região, é preciso proibir os funcionários de bancos de ficarem com chaves dos cofres ou de realizem transporte de valores. No início do mês passado, a Assembleia Legislativa do RJ aprovou um projeto de lei que prevê isso (leia aqui), embora o governador ainda não o tenha sancionado.

Mais que uma lei estadual, é preciso uma lei federal para proteger a vida dos bancários, que são vítimas constantes de crimes como sequestro -- não só eles como suas famílias.

Sindicato esteve na agência conversando com os funcionários e se colocou à disposição de todos.


Sindicato dos Bancários e Financiários de Bauru e Região
Rua Marcondes Salgado, 4-44, Centro - CEP 17010-040 - Bauru/SP
Fone (14) 3102-7270 Fax (14) 3102-7272 - contato@seebbauru.com.br