Segunda-feira, 26 de junho de 2017
Outros

Luta pela reintegração de Priscila já possui fundamentação jurídica

Sindicato vai apresentar à Justiça uma série de argumentos contra a demissão; Votorantim tem de reconsiderar decisão

Bancários na Frente 003
26/04/2016



Integrantes do Movimento Nacional de Oposição Bancária (MNOB/PSTU) promoveram um vergonhoso ataque contra Priscila Rodrigues, diretora do Sindicato dos Bancários de Bauru e Região. Eles acionaram a Justiça para impugnar a candidatura de Priscila na eleição do Sindicato, atitude que acabou resultando na demissão da diretora (leia aqui).

Sindicato já está ajuizando uma ação de reintegração com os mesmos argumentos usados na defesa contra a ação do MNOB. Naquela ocasião, foi negado o pedido de liminar que proibiria a candidatura de Priscila. A seguir, os argumentos.

Por que Priscila deve ser reintegrada

1. Porque quando ela se candidatou, o banco não apresentou qualquer objeção. Ao contrário. Aceitou, por meio da BV Financeira, o protocolo da inscrição da candidatura e, depois, o protocolo de sua posse na direção do Sindicato para o triênio 2016-2019.

2. Porque a BV Financeira faz parte do mesmo grupo econômico que detém o Banco Votorantim. Prova disso é que Priscila sempre tratou dos assuntos relacionados ao Banco Votorantim junto à agência da BV Financeira em Bauru.

3. Porque o contrato de trabalho de Priscila encontrava-se suspenso. Sendo assim, o Banco Votorantim não poderia tê-la transferido arbitrariamente de Bauru para São Paulo. Aliás, o banco sequer a comunicou sobre qualquer transferência.

4. Porque, mesmo com a alegada extinção da agência do Banco Votorantim em Bauru, as atividades desenvolvidas por Priscila como bancária sempre foram realizadas fora da agência, de modo itinerante. Ainda hoje há em Bauru empresas clientes do Banco Votorantim que são atendidas por bancários em trânsito.

5. Porque Priscila ainda é dirigente sindical, seja porque foi reeleita diretora doSindicato dos Bancários de Bauru e Região, seja porque foi eleita, no ano passado, membro da Secretaria Executiva Nacional da Central Sindical e Popular Conlutas.
Seu mandato na secretaria executiva da CSP-Conlutas só se encerra em junho do ano que vem.


Sindicato dos Bancários e Financiários de Bauru e Região
Rua Marcondes Salgado, 4-44, Centro - CEP 17010-040 - Bauru/SP
Fone (14) 3102-7270 Fax (14) 3102-7272 - contato@seebbauru.com.br