Sábado, 21 de outubro de 2017
Santander

Com lucro de R$ 7,3 bilhões, Santander Brasil corta 2,77 mil empregos em 2016


Na Trincheira, 275
01/02/2017

Crise? Não para os bancos em solo brasileiro... No ano passado, o Santander Brasil viu seu lucro crescer 10,8%. Segundo o balanço divulgado no dia 26, a instituição teve lucro líquido de R$ 7,3 bilhões. Com esse resultado, o Brasil voltou a ser o melhor mercado para o Grupo Santander, sendo responsável por 21% do lucro mundial. O segundo lugar ficou com o Reino Unido, que gerou 20% do lucro global.

E o lucro só não foi maior porque o índice de inadimplência cresceu um pouquinho (0,2 p.p.), encerrando o mês de dezembro em 3,4%. Assim, o Santander elevou em 8,2% as despesas com provisões para devedores duvidosos: em 2016, reservou R$ 10,5 bilhões contra possíveis calotes.

Mas nem mesmo os bons números impediram que o banco cortasse 2.770 postos de trabalho no Brasil em 2016, o que só vai ajudar a agravar os problemas de sobrecarga de trabalho, desvio de função e adoecimento.

Curiosamente, na Espanha, que também enfrenta uma grave crise econômica, o Santander não demite sem justa causa. Por que essa discriminação? Até quando brasileiros serão demitidos injustamente, mesmo gerando lucros bilionários?

Basta de demissões imotivadas, Santander!


Sindicato dos Bancários e Financiários de Bauru e Região
Rua Marcondes Salgado, 4-44, Centro - CEP 17010-040 - Bauru/SP
Fone (14) 3102-7270 Fax (14) 3102-7272 - contato@seebbauru.com.br