Quinta-feira, 14 de dezembro de 2017
Santander

Bancos fecham 6.785 postos de trabalho no 1o semestre


Bancários na Frente 17
23/08/2016

De janeiro a junho, os bancos brasileiros fecharam 6.785 postos de trabalho. Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho.

Ao todo, os "bancos múltiplos com carteira comercial" (categoria que abrange BB, CEF, Itaú, Bradesco e Santander, por exemplo) fecharam 5.304 postos, sendo 1.469 apenas da Caixa, que promoveu um plano de incentivo à aposentadoria.


Sem motivo

Do total dos desligamentos, 62% foram demissões sem justa causa (10.916 demissões). Os desligamentos a pedido do trabalhador representaram 28% dos casos (4.928).


Alta rotatividade

Os bancários admitidos foram na faixa etária dos 18 aos 24 anos, que teve saldo positivo de 2.384 postos. Já os desligamentos atingiram as faixas superiores a 25 anos de idade, especialmente aquela dos 30 aos 39 anos, que perdeu 2.628 postos de trabalho. Os trabalhadores mais jovens receberam remunerações médias bem inferiores às dos desligados.


Para o Sindicato dos Bancários de Bauru e Região, os bancos diminuem seus quadros apostando na automação e empurrando clientes para canais alternativos de atendimento. Essa política precisa ser combatida pelos sindicatos e também pelos bancários, que não devem reproduzi-la.


Sindicato dos Bancários e Financiários de Bauru e Região
Rua Marcondes Salgado, 4-44, Centro - CEP 17010-040 - Bauru/SP
Fone (14) 3102-7270 Fax (14) 3102-7272 - contato@seebbauru.com.br