Sexta-feira, 28 de abril de 2017
Banco do Brasil

Sindicato protesta contra fechamento de agências do BB


02/03/2017
Bancários na Frente, edição 26

Em 17 de fevereiro, último dia de funcionamento da agência Rodrigues Alves, do Banco do Brasil, o Sindicato dos Bancários de Bauru e Região fez um protesto no local: montou uma barraquinha de frutas e legumes chamando a atenção para o clima de fim de feira vivido pelos trabalhadores do BB com a reestruturação, quem passou por lá viu funcionários e terceirizados às lágrimas...

                                                                  Estela Pinheiro / Seeb Bauru

Clima de fim de feira na agência Rodrigues Alves do BB, em Bauru: funcionários e terceirizados choraram o fechamento da agência

Sindicato tentou argumentar com superintendentes, recorreu à Justiça, coletou assinaturas, mas nada impediu o BB de executar seu plano de extinguir mais de 400 agências em todo o país. Três agências de Bauru foram fechadas em fevereiro, além de uma em Avaré.

Gratificação de caixa é estendida

Atendendo a uma reivindicação do movimento sindical, o BB aceitou estender por até quatro meses a gratificação da função de caixa para aqueles que foram descomissionados em 31 de janeiro em decorrência da reestruturação.

Assim, o descomissionamento ocorrido no final de janeiro será revertido e a gratificação de caixa será mantida até 31 de maio. Quem foi realocado no período após 1º de fevereiro vai ter a compensação dos dias que ficou sem comissão de caixa.

A notícia foi anunciada no dia 22, após uma reunião entre representantes do movimento sindical e da direção do banco. Para o Sindicato, essa prorrogação ainda é muito pouco diante de todos os ataques sofridos pelo funcionalismo.



No dia 18, a TV Tem noticiou o fechamento da agência Largo São João, em Avaré. A reportagem entrevistou clientes e usuários da agência e, também, Roberval Pereira, o diretor do Sindicato dos Bancários de Bauru e Região responsável pela subsede de Avaré. 

Enquanto os clientes falaram da falta que a agência fará para a cidade, Roberval falou sobre os transtornos causados aos bancários e suas famílias, por causa de transferências e descomissionamentos. Em dezembro, Roberval colheu mais de mil assinaturas da população contra o fechamento da agência, mas, infelizmente, a direção do banco não cedeu. 

Sindicato está à disposição dos funcionários para ajudar no que for necessário.


Sindicato dos Bancários e Financiários de Bauru e Região
Rua Marcondes Salgado, 4-44, Centro - CEP 17010-040 - Bauru/SP
Fone (14) 3102-7270 Fax (14) 3102-7272 - contato@seebbauru.com.br